5 motivos para ler a Carta Encíclica ECCLESIA DE EUCHARISTIA

'Recebemos o dom da Eucaristia, para que a nossa vida, à semelhança da de Maria, seja toda ela um magnificat!'.

Alice, Amanda, Ester, Thais e Gabriela

Quando mensuramos as coisas fica fácil de entender a importância de algo, nesse texto trazemos 5 motivos para que você se senta motivado a ler esse documento que fala tanto de uma preciosidade para nós católicos. Vamos começar: 

1- Foi escrita pelo Papa João Paulo II

Esse nome já carrega carisma e uma história de amor por si só, nem precisa de muita explicação. Mas durante a leitura é possível sentir ele como um amigo que, realmente, escreveu uma carta endereçada a nós. (A carta é destinada aos bispos, presbíteros e diáconos, às pessoas consagradas e a todos os fiéis leigos)

São João Paulo II além de trazer como referência outros documentos da igreja também fala de alguns escritos por ele e, ainda, relata experiências como padre e celebrações realizadas por ele da santa missa. Tudo isso permite sentir a felicidade de alguém que entende sua vocação e realiza com amor a vontade de Deus.

2- Revela a importância da Eucaristia

Parece ser muito óbvio esse motivo, neh?!

Bem, deixe se surpreender!

A forma como São João Paulo II traça a importância faz compreender motivações que antes eu não conseguia relacionar com a eucaristia: "um sacrifício decisivo para a salvação do gênero humano..."

"A missa é memória do sacrifício e momento de banquete sagrado, [...] Nós oferecemos sempre o mesmo Cordeiro". Isso me fez lembrar no Catecismo da Igreja Católica quando se refere aos sacramentos que são oferecidos pela igreja a igreja INCANSAVELMENTE. "Além disso, não devemos nos esquecer que a Páscoa de Cristo é paixão, morte e ressureição [...] se hoje Cristo é teu, ele ressuscita para ti a cada dia" - esse saborear-se da presença de Deus.

"O sacrifício eucarístico está particularmente orientado para a união íntima dos fiéis com Cristo através da comunhão". E sabe o que mais me chamou atenção?! Pois parece que, até eu ler o documento, estava separado na minha cabeça o significado da palavra comunhão de realizar algo em comum, ou ainda, sintonia de sentimentos ou modo de agir. Cristo é pão e vinho que se faz presente em mim e isso nos torna UM, mas isso acontece comigo e toda uma assembleia de fiéis e, olha só, todos nós em comunhão com Cristo. Uma Igreja que oferece uma "comunhão entre a Trindade divina e entre os fiéis". Algo muito importante de se lembrar após cada comunhão que "unindo-se a Cristo, o povo da nova aliança não se fecha em si mesmo; pelo contrário, torna-se 'sacramento' para a humanidade".

3- Nos ensina sobre a celebração da eucaristia

"Quem se alimenta de CRISTO na Eucaristia não precisa de esperar o Além para receber a vida eterna: já a possui na terra [...] remédio de imortalidade, antídoto para não morrer". "É nesse mundo que tem que brilhar a esperança cristã! Foi também para isso que o Senhor quis ficar conosco na Eucaristia, inserindo nesta sua presença sacrificial e comensal a promessa duma humanidade renovada pelo amor. "

Entender a celebração da Eucaristia como um encontro de Amor onde "cada um de nós recebe a Cristo, mas também Cristo recebe a cada um de nós". Isso nos torna corpo da Igreja. E como esse corpo da igreja cabe a nós respeitar a celebração da missa e manter viva uma verdadeira "fome" da Eucaristia. Aqui ressalto a importância de rezar pelos padres, em prol da vocação sacerdotal, eles que carregam com si a central razão da sua vocação, "que nasceu efetivamente no momento da instituição da Eucaristia".

*Para quem gosta de anotar todas as referências, a carta traz sobre missal, Concílio Vaticano II... tudo TIM TIM por tim tim.*

"O Concílio Vaticano II recorda que a celebração eucarística está no centro do processo de crescimento da Igreja". E ainda comenta sobre as falhas graves na celebração eucarística que pode gerar divisões, aonde, na verdade, deve haver o UNIR.

4- Aprendemos sobre comunhão espiritual

Santa Teresa de Jesus diz: "Quando não comungais e não participais na missa, comungai espiritualmente, porque é muito vantajoso". "A celebração da Eucaristia não pode ser o ponto de partida da comunhão" e não é fantástica essa última frase?! Pois antes da comunhão eu já me peguei pensando o quanto eu esqueço que entre uma comunhão para a outra que eu estou em comunhão com DEUS. A importância de nos darmos conta dessa dimensão invisível em Cristo, pela ação do Espírito Santo e, também, da comunhão visível que é doutrina dos Apóstolos, sacramentos e ordem hierárquica. A Eucaristia ser celebrada na comunhão concreta e na sua integridade. No capítulo IV da carta é uma chuva de aprendizado e amor de Deus, leiam, releiam e sintam-se amados!!! E quando tivermos uma duvidazinha é só lembrar que "o caminho para uma plena união só pode ser construído com a verdade".

5- De forma fantástica fala sobre as inspirações que a Eucaristia nos proporciona

Você sabe que João Paulo II era um artista, neh?! Ele aponta narrativas como a da instituição a eucaristia, por exemplo, e de como o mistério cristão orienta a arquitetura, as esculturas, pinturas, músicas que se encontram na Eucaristia, direta ou indiretamente ela é grande motivo de inspiração.

PAUSA AQUI: Quando eu ia imaginar que falaria de arte e processo criativo nesse documento?! Aiai, é mesmo belíssimo!!! E também é belo o patrimônio de arte que temos!

João Paulo II apresenta uma Eucaristia que incidiu intensamente sobre a cultura! Fantástico, não?!

E te pergunto: O que você é inspirado a cada vez que se abre ao sopro de Deus? E aqui destaco essa frase: "a Igreja sempre deixou largo espaço criativo aos artistas, como a história demonstra e como eu mesmo sublinhei na Carta aos Artistas" - bom, essa carta já está como próxima leitura marcada aqui.

6- Bônus: Maria como inspiração

E para fechar com chave de ouro, São João Paulo II nos apresenta 'na escola de Maria, mulher 'Eucarística''.

Fala da analogia entre o fiat pronunciado por Maria em resposta ao anjo e o amém que pronunciamos quando recebemos o corpo do Senhor. Todos os dias, a cada comunhão permitimos e devemos dizer de forma consciente esse faça-se em mim segundo a Tua palavra. Além de lembrar que somos sacrário vivo e, assim, sinal de amor.

"Recebemos o dom da Eucaristia, para que a nossa vida, à semelhança da de Maria, seja toda ela um magnificat!". 



Banner-Jornais-Unidos-Pela-Vacina-180-x-210-px.png

anuncie_aqui.jpg

TM JORNALISMO LTDA. | (47) 3644-9395

Rua Otto Dettmer, 40, Bela Vista, Cep 89295-000, Rio Negrinho/SC

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Jornal do Povo