Bolívia especial 5

Celso e Mariana Carvalho

Hoje, apresentaremos alguns lugares fora-do-comum bolivianos. 

O primeiro é o Vale da Lua, distante apenas a 10 minutos de carro de La Paz.

 Valle de La Luna. É uma formação geológica localizada em La Paz, Bolívia. Que tem o nome devido as formações rochosas aparentando o solo da Lua, batizado pelo astronauta norte-americano Neill Armstrong, aquele que pisou na Lua pela primeira vez. 

Recebe milhares de turistas por mês que saem de lá encantados com tanta diversidade de paisagens incomuns que lembram superfícies extra-terrenas.

Uma das perguntas que turistas fazem ao avistar as estonteantes formas geográficas é: - Como isso pode ter sido formado pela natureza? 

E, realmente, é intrigante e desconcertante a visão daquelas formações geológicas rochosas.

MARIANA NO VALE DA LUA. 

Veja, atrás de Mariana, o labirinto de arenito a perder de vista. São tantos os caminhos e as direções pelo meio das pedras que, sem um guia (moça atrás de Mariana), é fácil perder-se e, para achar o caminho de volta, vai ter que suar um bocado.

 ALTAS COLUNAS DE ROCHAS PONTIAGUDAS.

Esta paisagem surreal no Vale da Lua na Bolívia é muito parecida com a paisagem de Bom Jesus da Lapa na Bahia, aqui mesmo no Brasil. Veja.

BOM JESUS DA LAPA - BRASIL

Então, se você quiser ver algo parecido com os paredões do Vale da Lua, nem precisa viajar até La Paz, basta ir até Bom Jesus da Lapa, no Oeste da Bahia. Às margens do rio São Francisco há um aglomerado de grutas encimadas por um paredão de pedras pontiagudas que fazem os olhos do apreciador lacrimejar de admiração ao deparar com tão magnífica e diferente paisagem que não se encontra em nenhum outro lugar do Brasil. Apesar de serem menores que os da Bolívia, os paredões brasileiros encantam pela beleza incomum. 

ESCALANDO OS PAREDÕES. 

E, dá para subir até lá em cima. Há trilhas mais suaves e outras que apresentam dificuldades extremas, como esta na qual estamos subindo. Numa arriscada investida ao topo da montanha de pedras, passamos muitas dificuldades, pois estávamos sem nenhum aparato para escalar e o preparo físico lá não era aquelas coisas de 100%. Mas, o esforço e o perigo, apesar dos muitos arranhões, foram compensados pela estupenda visão que tivemos lá de cima da região e do rio São Francisco.

Querido leitor! Quando visitar a Bahia não deixe de visitar pelo menos Bom Jesus da Lapa, a Chapada Diamantina, a Cachoeira da Fumaça, a linda cidade histórica de Lençóis, O Morro do Pai Inácio, a comunidade de pescadores chamada de Cacha Pregos no sul da Ilha de Itaparica... isso tudo, é só um aperitivo do que se pode ver por lá!

Voltemos ao Vale da Lua.

LABIRINTO DE ARENITO A PERDER DE VISTA.

A visão do monstruoso complexo labirinto de arenito chega a ser assustadora. É preciso parar um pouco e colocar as ideias em ordem para compreender a realidade daquele mega-jogo de pedras espalhadas para todos os lados em vasta área.

Para visitar todo o complexo é necessário mais de um dia.

VALE DA LUA - SCALED.

Isso mesmo! Este fabuloso conjunto de formações rochosas trabalhado pelo vento, pela chuva e pelas causas naturais durante milhões de anos, chama-se Scaled.

 Localiza-se num dos extremos da Chapada dos Veadeiros aqui no Brasil. E, sabem de uma coisa? Este lugar também chama-se VALE DA LUA.

 Isso mesmo: na Bolívia tem um Vale da Lua, na própria Lua também tem, há outro no Deserto de Atacama, na Argentina e em mais lugares, contudo, o Brasil não poderia ficar de fora: também tem um. E como é lindo! Olha aí, gente! Mais um lugar incomum para ser visitado!

 Porém, só os mais corajosos e proprietários de boas energias físicas podem alcançá-lo depois de muito esforço numa longa caminhada por entre pedras, morros e grotas. 

ALDEIA INCA AOS PÉS DO MONTE ILLIMANI - BOLÍVIA.

Diga a verdade! Esta paisagem não parece um quadro pintado por habilidoso artista plástico? Esta foto não é nossa! Nos foi mandada via celular por um amigo da Bolívia que já esteve nesse lugar e diz que, realmente, mesmo estando lá, a impressão que se tem é de estar caminhando dentro de uma paisagem surreal pintada por um artista. Puxa, la Vita! Estivemos ali tão pertinho desse lugar, avistamos o monte, e não o visitamos por não saber da existência panorâmica desse lugar. Mas, espere um pouco! Na próxima vez que formos à La Paz, o Monte Illimani que se agarre porque, sem nenhum perdão, estaremos lá com casca e tudo! 

Na Bolívia ainda tem muita coisa prá lá de interessante para ser mostrada, mas isso é conversa para outro dia!

Obrigado! Um abraço de Celso e outro de Mariana! Fique Com Mamãe e Papai do Céu!



Banner-Jornais-Unidos-Pela-Vacina-180-x-210-px.png

anuncie_aqui.jpg

TM JORNALISMO LTDA. | (47) 3644-9395

Rua Otto Dettmer, 40, Bela Vista, Cep 89295-000, Rio Negrinho/SC

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Jornal do Povo