Bolívia Especial 3

Celso e Mariana Carvalho

Em edições passadas, publicamos algumas fotos do nosso lindo país vizinho, a Bolívia, que possui encantadoras paisagens e lugares de cair o queixo. 

Hoje, mostraremos mais algumas fotos de vários lugares extraordinários. 

ESTRADA DA MORTE.


Observe em quão louca aventura se metem os turistas, inclusive nós. Uma descida ou subida nesta estrada produz mais de metro de adrenalina e faz o coração bater veloz e desordenadamente. Mas, vale a pena. Porém, é importante que se saia vivo dela!

CAMINHO DE LOS YUNGA.


É o nome da Estrada da Morte. Foi apelidado de Estrada da Morte por ser o caminho mais perigoso do mundo e nele morrem mais de 300 pessoas por ano. A cena da fotografia é muito comum, principalmente quando motoristas mais afoitos experimentam manobras incautas, afobadas, nervosas e, principalmente, medrosas. O medo incauto é um dos maiores inimigos do ser humano.

O ônibus passou pelo trecho muito estreito, mas o veículo, logo atrás dele, vacilou e agora não deve mexer um centímetro até que algum socorro apareça para tirá-lo daquela delicada situação.

Qualquer movimento na tentativa de voltar para a estrada, pode ser fatal. No entanto, há motoristas nervosos que se apavoram e vão parar no fundo do precipício.

DESERTO DE UYUNI. 


Este deserto fica dentro do Salar de Uyuni. Alguns destes cactos tem mais de 900 anos de vida e ainda permanecem firmes e belos naquele oasis. É proibido tocá-los e muito menos tirar lascas para levar como lembrança. 

ÍNDIO INCA NO VALE DA LUA. 


Estes Íncas são exímios tocadores de flauta. De vez em quando, sobem em alguma rocha e executam melodias maravilhosas que ecoam entre as montanhas dos Andes. Os turistas esquecem de tudo e apreciam "degustando" a música celestial produzida pela habilidade instrumental do índio. Depois ele desce da pedra e, com um meigo sorriso, mas sem pronunciar uma única palavra, deposita seu chapéu no chão e os turistas o enchem de Bolívares (dinheiro boliviano).  

Deste vale falaremos futuramente de modo especial. O nome Vale da Lua foi sugerido pelo astronauta Neill Armstrong, aquele que foi à Lua na Apollo 11, em 19 de Agosto de 1969. Ao visitar este lugar na Bolívia, ele comparou-o à paisagem lunar. Veja, a seguir, a foto dele.

NEILL ARMSTRONG. 


Ele e os outros dois astronautas que chegaram à Lua pela primeira vez, disseram que foram seguidos de perto por naves extraterrestres, inclusive, em uma das fotos que a NASA publicou por descuido, aparece uma nave, que não é a Apollo, logo acima do solo, no visor do seu capacete. Para quem lembra, durante a transmissão dessa missão da Apolo, de vez em quando as imagens eram interrompidas, logicamente com intuito de esconder algumas imagens que as câmeras da Apollo registravam durante a missão, mas muitos interceptaram a voz dos astronautas que diziam: - "Incrível! Lá fora há várias naves desconhecidas para nós que nos acompanham de perto!" Seriam naves russas? Certamente, não!

FLORESTA AMAZÔNICA BOLIVIANA.

A Floresta Amazônica, a maior floresta tropical do planeta, abrange seis países da América do Sul. Não é o "pulmão do mundo" como muitos acreditam, mas é incrivelmente grande. A Bolívia possui uma enorme extensão da Floresta Amazônica em seu território, no norte do país.

Viajamos dentro dela (Floresta Amazônica) de barco, por terra com veículos automotores e de avião até a América Central e podemos afirmar que a "Rainha Tropical" é estupendamente grande. Mesmo de avião comercial, voando a 900k/h, levamos várias horas para atravessá-la.                                                                                      

De barco, navegando no Rio Madeira, de Porto Velho (Rondônia) até Manaus (Amazonas), que é um pequeno trecho dessa floresta, levamos 4 dias em viagem sem interrupção.

RIO AMAZONAS NO BRASIL.


Em alguns trechos a largura do rio é de 50km e não se pode ver suas margens. Na foz tem 300km de largura.

A viagem, de Belém do Pará até Manaus pelo Rio Amazonas, leva 5 ou seis dias, dia e noite navegando. Perceba que este trecho compreende apenas 1.650 quilômetros de extensão, porém, o Rio Amazonas, desde sua nascente no Peru, em 5.270 metros de altitude, até sua foz no Oceano Atlântico, tem a extensão de 6.996km e, esta extensão toda, é apenas uma parcela do tamanho da grande floresta.


Em oportunidade vindoura, faremos uma matéria bem mais abrangente sobra a floresta e o Rio Amazonas com revelações surpreendentes.

Apreciações finais. 

Caro amigo! Sempre que tiver oportunidade de viajar, não a perca. Uma boa e interessante viagem acrescentará, com certeza, muito valores à sua vida! Vá, aí, economizando alguns níqueis que um dia terá dinheiro para viajar.

Obrigado! Um grande abraço! Fique com Mamãe e Papai do Céu!



Banner-Jornais-Unidos-Pela-Vacina-180-x-210-px.png

anuncie_aqui.jpg

TM JORNALISMO LTDA. | (47) 3644-9395

Rua Otto Dettmer, 40, Bela Vista, Cep 89295-000, Rio Negrinho/SC

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Jornal do Povo