A VISITA DO APOPHIS

26 Outubro 2018 12:05:00

Baseado no disfarce da nossa racionalidade e a fé das crenças, é possível fazer outra profecia. Quando o anjo da morte chegar, talvez, não haja mais humanos no planeta.

Dirceu Detroz

Embora sejamos constantemente hipnotizados pelas belezas do planeta Terra, por um céu azul e noites lindamente estreladas, é sabido que a raça humana vive um lugar perigoso. Não bastasse isso, ainda estamos cercados de perigos por todos os lados.  

As chances da nossa extinção chegar por um anjo da morte vindo do espaço jamais devem ser desprezadas. É amplamente aceito que isto já aconteceu. Daquela vez, as vítimas foram os dinossauros quando um asteroide de quinze quilômetros de extensão chocou-se com o nosso planeta.  

Hoje se fala na falta de sorte dos dinossauros. Se o asteroide tivesse chegado segundos antes ou depois, teria atingido um oceano profundo, e tudo seria diferente para os dinossauros. Então a raça humana deve agradecer por o asteroide chocar-se com águas rasas costeiras. Se os dinossauros sobrevivessem, com toda a certeza hoje eu não estaria aqui escrevendo sobre eles, e a possível extinção da minha raça. 

Talvez, um aviso prévio para a raça humana conhecido como "Evento de Tunguska" aconteceu no início do século passado. Em junho de 1908, uma rocha de trinta e seis metros entrou na atmosfera numa região de floresta desabitada da Sibéria e explodiu. A onda de choque destruiu 2000 km2 de floresta. Carl Sagan conta no livro "Cosmos". 

Se o nosso anjo da morte já estiver a caminho, e acredito que esteja, para que haja tentativas de salvação com nossas tecnologias atuais, ele precisa ser descoberto no mínimo duas décadas antes da sua chegada. O Apophis serve de outro aviso prévio. 

Após ser descoberto em junho de 2004, o Apophis causou grande preocupação em dezembro daquele ano. Apesar de pequena 2,7% (1 em 37), havia sim a possibilidade do Apophis chocar-se com a Terra em 2029. Neste ano, o asteroide passará um pouco abaixo da altitude dos satélites geossíncronos que é de 35.786 km. Bem pertinho de nós! 

Os perigos da visita do Apophis não acabam em 2029. Na sua visita deste ano, ele poderá passar por uma "fenda de ressonância gravitacional", e volte em 2036. Até 2008, a chance estimada de um impacto com a Terra no dia 13 de abril de 2036 era de 1 em 45.000. Como parâmetro a chance de acertar a Mega-Sena é de 1 em 50.063.860. 

Com tamanho estimado entre 350 e 450 metros, o Apophis não é o nosso anjo da morte. Interessante será ver o que os humanos farão com seu disfarce de racionalidade e sua fé nas crenças à medida que algo for roubando o brilho das estrelas. Transformando a Lua numa bola de gude. Dividindo com o Sol a exclusividade pelo espetáculo o dia. 

Baseado no disfarce da nossa racionalidade e a fé das crenças, é possível fazer outra profecia. Quando o anjo da morte chegar, talvez, não haja mais humanos no planeta.



selo 12 anos.png


Edição Impressa



anuncie_aqui.jpg

TM JORNALISMO LTDA. | (47) 3644-9395

Rua Otto Dettmer, 40, Bela Vista, Cep 89295-000, Rio Negrinho/SC

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Jornal do Povo